A Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro amplia restrições

blank
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

A Prefeitura do Rio publicou nesta quinta-feira (4) as novas medidas restritivas para tentar conter o avanço da Covid-19 na capital do Estado Fluminense. No texto, cita o boletim extraordinário da Fiocuz como base para as novas medidas, entre elas, estão a proibição de funcionamento de quiosques, boates e feiras de artesanato. A permanência nas ruas e em espaços públicos também ficará restrita ao horário entre 23h e 5h entre 23h e 5h a circulação será permitida.

“Todas as medidas que anunciamos hoje têm um objetivo principal de evitar que se repita em 2021 o genocídio de 2020 na cidade do Rio de Janeiro”, disse o prefeito Eduardo Paes durante a coletiva realizada nesta manhã.

A decisão também foi influenciada por outros fatores: o agravamento da pandemia em outros estados, o que não descarta que a situação se agrave no Rio; o alerta nacional da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) sobre o aumento do número de casos; e o desrespeito da população às restrições impostas.

Entre as medias, constam:

  • Restaurantes só poderão funcionar entre 6h e 17h, e com 40% de taxa de ocupação, a medida vale também para shoppings, excluindo da medida o Delivery (entrega);
  • Qualquer serviço ou atividade comercial nas praias, seja ambulantes ou quiosques;
  • Eventos estão proibidos, incluindo festas e rodas de samba;
  • Das 23h e 5h será proibido permanecer nas ruas e qualquer espaço público, a circulação será permitida;
  • Casas de show, feiras especiais, ambulantes, feiras de artesanato não poderão funcionar, exceto feiras livres (alimentos).

 

Fonte: G1

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do SaquaremaTV em seu e-mail, é de graça!