Governo Federal inicia projeto que disponibilizará aplicativo mobile com as informações da trajetória do estudante — Português (Brasil)

blank

O Ministério da Educação, por meio da Subsecretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (STIC), está trabalhando no Projeto “Jornada do Estudante”, que tem por objetivo contribuir diretamente no estabelecimento de uma visão integrada da trajetória dos alunos do país com a disponibilização de um aplicativo mobile gratuito, multiplataforma (Android/IOS), contendo os dados pessoais do estudante, institucionais, cursos e disciplinas, além dos documentos digitais, como o histórico escolar digital ou diploma digital, bem como, permitindo o compartilhamento dos documentos assinados eletronicamente. A Jornada do Estudante faz parte do escopo da Rede Aprender, que tem como proposta implementar a plataforma de interoperabilidade da educação brasileira.

Como benefícios esperados, destacam-se a celeridade, a facilidade, a segurança no acesso aos dados do estudante e seus respectivos documentos estudantis em formato digital e autenticados pelas respectivas instituições de ensino.

Trata-se de projeto estratégico alinhado aos objetivos e ações do Plano de Transformação Digital e do Plano Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação (PDTIC). A Jornada do Estudante também conta com apoio e acompanhamento da Secretaria de Governo Digital, do Ministério da Economia, a partir da celebração de Acordo de Cooperação Técnica com o MEC, que instituiu a Startup “Edu4D” para apoiar a execução do projeto.

Para o desenvolvimento do aplicativo, o MEC conta com o apoio da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), por meio do Laboratório Bridge, viabilizado perante o Termo de Execução Descentralizada – TED, com prazo estimado em 18 meses para desenvolvimento do aplicativo e disponibilização na loja do Gov.br, além da implementação da plataforma centralizadora de integração das instituições de ensino, definição dos padrões de interoperabilidade da educação e do conjunto mínimo de dados do estudante brasileiro.

Para execução da primeira versão do aplicativo, o Mínimo Produto Viável (MVP), o MEC tem viabilizado parcerias com algumas instituições de ensino brasileiras. Para o ensino básico, foi celebrado Acordo de Cooperação Técnica com as Secretarias de Estado do Mato Grosso do Sul e do Paraná; e para as instituições de ensino superior, foram celebradas parcerias com as universidades UTFPR e UFMS.

Com informações do Ministério da Educação

Fonte: Gov.br

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do SaquaremaTV em seu e-mail, é de graça!