Instituições de saúde poderão aderir à edição de 2021 do Exame Nacional de Residência a partir de segunda-feira (20) — Português (Brasil)

blank

Com o objetivo de aprimorar a residência médica, a partir da próxima segunda-feira (20) instituições de saúde de todo país poderão aderir à edição de 2021 do Exame Nacional de Residência (Enare). O período de adesão desta edição vai até 24 de setembro.

Realizado pela Empresa Brasileira de Serviços hospitalares (Ebserh), vinculada ao Ministério da Educação, o Enare é um processo seletivo centralizado que otimiza a forma de selecionar os residentes em saúde, oferecendo benefícios para as instituições e para os candidatos. O exame simplifica o processo uma vez que cada hospital e cada universidade realizam sua própria seleção.

O Enare foi expandido e passa a ser possível oferecer uma quantidade maior de vagas de residências das áreas médica, multi e uniprofissional, devido à adesão de outras instituições públicas ao programa. O Ministério da Saúde se pronunciou favorável à adesão, com mais de 150 instituições vinculadas à pasta podendo participar do Enare neste ano.

“Nesse ano de 2021 será realizada a segunda edição desse exame unificado, o ‘Enem da Residência’ com uma ampliação muito significativa em relação ao ano passado”, disse o ministro da Educação, Milton Ribeiro.

Um dos objetivos do exame é reduzir a ociosidade de vagas, em especial, nas regiões mais vulneráveis, e contribuir para a ampliação da formação de especialistas, melhorando a cobertura e qualidade dos serviços de saúde para a população.

“O grande braço da residência é a capacitação de instrução e, acessoriamente, mas não menos importante, é a assistência. Mas o grande mérito da residência é a preparação. Entendo que a educação tem a ver com a formação dos nossos médicos e aí podemos servir mais ainda”, afirmou Milton Ribeiro.

Adesão

Entre os dias 20 e 24 de setembro, a Ebserh disponibilizará uma plataforma para que as instituições interessadas possam realizar seu cadastro. Durante o período de cadastramento, o link para a plataforma será amplamente divulgado.

Edição de 2020

A primeira edição do Enare contou com mais de 4 mil inscritos que disputaram 304 vagas distribuídas entre residência médica, residência uniprofissional e residência multiprofissional. Os profissionais foram selecionados para oito hospitais universitários federais e um hospital militar.

Seleção dos candidatos

Neste ano, o Enare terá a prova realizada nas capitais e em mais 20 municípios a serem definidos. Além da prova, há análise curricular que representa 10% do total da nota do candidato.

O sistema de classificação do Enare assemelha-se ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em que o candidato utiliza a nota alcançada no exame para concorrer à modalidade em que deseja atuar.

O sistema fica aberto por um tempo determinado para que cada candidato registre o local de sua preferência. As melhores notas se sobrepõem às menores, determinando, ao fechar, quem ocupará as vagas. Em seguida, ele é disponibilizado novamente para preencher as vagas ociosas e formação de cadastro reserva.

Fonte: Gov.br

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do SaquaremaTV em seu e-mail, é de graça!