Projeto para revitalização de bacia hidrográfica vai beneficiar 14 cidades de Minas Gerais e Goiás — Português (Brasil)

blank

O projeto Pró-Águas Urucuia foi lançado nesta sexta-feira (17), em Arinos (MG), com a finalidade de conservar o solo, a água e recompor vegetação nativa em dois mil hectares de áreas degradadas do Rio Urucuia visando aumentar a disponibilidade de água. A iniciativa integra o Programa Águas Brasileiras e tem como objetivo atender 14 cidades de Minas Gerais e Goiás. O Presidente Jair Bolsonaro participou do evento acompanhado de ministros.

A bacia hidrográfica do Rio Urucuia é estratégica para o Rio São Francisco. “Quem diria, daqui de Minas Gerais, águas para o nosso Nordeste brasileiro. Tenho andando pelo Nordeste com o ministro Rogério Marinho [do Desenvolvimento Regional]. A alegria daquele povo quando se abre um poço artesiano ou se inaugura um trecho da transposição do Rio São Francisco, não tem preço. Realmente é algo fantástico. Estamos fazendo por quê? Por que resolvemos servir ao povo”, disse o Presidente Jair Bolsonaro.

O projeto Pró-Águas Urucuia é um dos 26 projetos aprovados pelo Programa Águas Brasileiras, lançado pelo Governo Federal, que busca alavancar ações de revitalização de bacias hidrográficas em parceria com a iniciativa privada.

O Pró-Águas Urucuia receberá R$ 105,8 milhões. O prazo de execução é de 5 anos. A metodologia do projeto foi desenvolvida pelo Instituto Espinhaço. Ao longo de sua execução, o projeto prevê o plantio de 4,5 milhões de mudas de espécies nativas do Cerrado.

“A iniciativa privada só investe, só aplica recursos em obras porque ela passa a confiar no Governo Federal, estadual e no municipal. A confiança é o indutor do progresso e do desenvolvimento”, afirmou o Presidente Jair Bolsonaro.

Trabalho Conjunto

O Pró-Águas Urucuia pretende fomentar uma rede colaborativa formada pelo Governo Federal, governos de Minas Gerais e Goiás, municípios, iniciativa privada e a sociedade civil organizada.

A iniciativa vai contribuir com a segurança hídrica para o abastecimento humano, garantir água para os animais, o suporte ao negócio agrícola e outras atividades essenciais para o desenvolvimento sustentável da região onde será implementado.

Programa Águas Brasileiras

O Programa busca parceria com a iniciativa privada para impulsionar ações de preservação e recuperação de áreas degradadas nas bacias hidrográficas. A meta é ampliar a quantidade e a qualidade da água fomentando o desenvolvimento regional e levando mais qualidade de vida para a população.

As organizações que financiarem os projetos do programa têm vantagens como a inclusão dos elementos ambiental, social e governança corporativa na cultura organizacional e no seu posicionamento no mercado. Além de agregar valor às cadeias produtivas por meio de práticas sustentáveis.

O Águas Brasileiras tem ação conjunta entre ministérios com a parceria de estados e municípios. Os envolvidos são os ministérios do Desenvolvimento Regional; do Meio Ambiente; da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; da Ciência, Tecnologia e Inovação e a Controladoria-Geral da União.

Entrega de maquinário

Durante a cerimônia também ocorreu a entrega simbólica de 371 máquinas e equipamentos que vão beneficiar cerca de 480 mil pessoas em 24 municípios do noroeste de Minas Gerais. Eles poderão ser usados pelas prefeituras na revitalização de áreas degradadas e em atividades diversas de produção e apoio.

O investimento foi de R$ 17,7 milhões com recursos da Codevasf que é vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional.

 

Fonte: Gov.br

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do SaquaremaTV em seu e-mail, é de graça!