Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido socorro em agência bancária no DF: ‘Ele tá aí fora’

blank
Mulher vítima de violência doméstica escreveu um bilhete para pedir socorro dentro do banco — Foto: PMDF / Reprodução
Como só é permitida a entrada de uma pessoa por vez, mulher foi ao caixa sozinha, enquanto marido aguardava do lado de fora. Funcionário que sacava dinheiro do Bolsa Família para a mulher procurou a polícia após ler a mensagem.

“Você pode me ajudar”. A frase, seguida de um “Xis” e das palavras “violência doméstica”, foi escrita por uma mulher, de 27 anos, dentro de uma agência bancária em Sobradinho, no Distrito Federal, na última segunda-feira (1º).

A vítima estava em um caixa, fazendo o saque do Bolsa Família, e entregou o bilhete ao funcionário do banco. No texto, ela ainda alertou: “Ele tá aí fora”.

Por causa da pandemia de Covid-19, só é permitida a entrada na agência de uma pessoa por vez. Enquanto a mulher sacava o dinheiro, o marido aguardava do lado de fora.

O bancário entendeu o pedido de socorro e deu um papel em branco à mulher, que escreveu o endereço da casa. Neste segundo bilhete, a vítima ainda reforçou que se os policiais batessem na porta e o homem não atendesse, que insistissem.

O funcionário então foi atrás da polícia com colegas da agência. No dia seguinte, a polícia esteve na casa da vítima, que foi encaminhada para uma Casa Abrigo. O agressor, entretanto, não foi encontrado no local

O desenho do xis com o pedido de ajuda é uma orientação da campanha para ajudar mulheres vítimas de violência doméstica lançada em junho de 2020.

Fonte: G1
Por Mara Puljiz

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do SaquaremaTV em seu e-mail, é de graça!