Abertura da 24ª edição das Surdolimpíadas de Verão reúne atletas de 77 países e autoridades em Caxias do Sul/RS — Português (Brasil)

blank

O ginásio do Sesi de Caxias do Sul (RS) foi palco, no domingo (01/05), da cerimônia de abertura da 24ª edição das Surdolimpíadas de Verão (Summer Deaflympics). Entre atletas, dirigentes e comissões técnicas, o megaevento reúne mais de cinco mil pessoas, que representam 77 países na disputa de 20 modalidades no masculino e 18 no feminino.

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, o ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, e o secretário nacional do Paradesporto da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Agtônio Guedes, representaram o Governo Federal. 

O desfile das delegações foi aberto pelos franceses, em menção a 1ª edição da Summer Deaflympics, em 1924, na cidade de Paris (França). A delegação brasileira, que ao todo conta com 199 atletas. A porta-bandeira foi Stefany Krebs, do futebol feminino.

As apresentações artísticas foram destaque na cerimônia, que teve a participação de alunos da escola Helen Keller, o espetáculo ‘Mãos que falam’, em menção à língua de sinais, além de performances apresentadas por artistas gaúchos, em representação à cultura local.

A Tocha Surdolímpica foi conduzida no ginásio pelo nadador Guilherme Maia, dono de cinco das dez medalhas conquistadas pelo Brasil até hoje na história da competição, e também por Mário Pimentel, primeiro presidente da Confederação Brasileira de Desportos de Surdos.

Os brasileiros vão disputar 17 modalidades no masculino e 14 no feminino. Futebol, vôlei, handebol, basquete, atletismo, badminton, natação, ciclismo de estrada, ciclismo mountain bike, tiro esportivo, orientação, tênis de mesa, judô e caratê terão representantes nos dois naipes. No tênis, vôlei de praia e taekwondo o Brasil tem equipes masculinas.

Para Diana Kyosen, presidente da Confederação Brasileira de Desportos de Surdos (CBDS), as Surdolimpíadas proporcionam esperanças de um futuro promissor para a comunidade de atletas surdos. “Essa esperança se fortalece com a nossa presença neste evento, com mais de 5 mil surdoatletas e membros de comissões técnicas, vindos de 77 países, o que comprova a força e a unidade do nosso movimento surdolímpico”, disse.

Presença Federal

Em dezembro de 2021, o Governo Federal investiu R$ 800 mil na realização da Surdolimpíada Nacional de São José dos Campos (SP). Outros R$ 400 mil vieram a partir de emendas parlamentares. A competição serviu de seletiva para montar a delegação que está em Caxias.

O Governo Federal também é parceiro das Surdolimpíadas de Caxias do Sul com o Jogo Limpo. A Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) indicou oficiais de controle de dopagem capacitados para trabalhar no megaevento esportivo. Além disso, disponibilizou 250 kits para testes antidopagem e forneceu insumos para a realização das coletas de amostra.

Com informações do Ministério da Cidadania

Saiba mais:

Banner

Fonte: Gov.br

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do SaquaremaTV em seu e-mail, é de graça!