Ação do Governo Federal vai levar 7,5 mil procedimentos médicos a 86 mil indígenas — Português (Brasil)

blank

Na terça-feira (19/04), o Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, realizou uma série de ações que vai levar 7,5 mil atendimentos, exames, procedimentos médicos e cirurgias a mais de 86 mil indígenas. A ação “SESAI Mais Saúde Indígena” vai chegar a 700 aldeias e beneficiar povos originários de nove etnias diferentes até o dia 23 de abril.

A iniciativa acontece nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) do Leste de Roraima e Yanomami, levando assistência médica à população da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, que compreende as cidades de Boa Vista, Normandia, Pacaraima e Uiramutã.

A população será atendida nas especialidades oftalmologia, odontologia, otorrinolaringologia, clínica médica, pediatria, ginecologia e ortopedia. O Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, vai realizar também 300 cirurgias oftalmológicas (cataratas e pterígios) e cirurgias gerais (hérnias epigástricas, inguinais e umbilicais) entre outras de pequena e média complexidade.

O filho de Mariana Braga da Silva, que mora na Comunidade Cajueiro, da Etnia Macuxi, vai precisar fazer uma cirurgia no rosto para a retirada de um nódulo. “Gostei muito, tanto é que meu filho vai ser operado. Graças a Deus, através dessa ação, agora eu vou conseguir. Ele já tem 16 anos e se sente um pouco envergonhado”, pontuou.

Um Centro Cirúrgico Móvel, moderno e adaptável às condições mais extremas da floresta Amazônica, vai viabilizar a realização das cirurgias. A estrutura abriga salas de cirurgia geral, pequenos procedimentos, conforto médico, sala de espera para pacientes, vestiário e Centro de Material e Esterilização (CME). As cirurgias acontecerão com toda segurança uma vez que serão usados os mesmos equipamentos usados de grandes hospitais.

A farmacêutica Taynara de Souza Paula, indígena, da Etnia Juruna, da Comunidade Boa Vista, do estado do Pará, ressalta a importância da iniciativa para os pacientes. “Eu, como indígena, fico muito feliz de o Governo Federal estar proporcionando essas cirurgias. Então é muito importante para os pacientes, é muito gratificante”, conclui.

Uma fábrica de óculos também será montada em parceria com a ONG Renovatio, para doações de óculos com lentes corretivas.

A SESAI Mais Saúde Indígena conta com o apoio logístico do Ministério da Defesa. Por meio das Forças Armadas, a pasta colabora com o transporte aéreo de 17 toneladas de carga, com transporte terrestre de pacientes e acompanhantes e apoio em alimentação, por meio da estrutura de cozinha do 2º Pelotão Especial de Fronteira/Normandia. A ação conta, ainda, com a parceria da organização não-governamental Expedicionários da Saúde (EDS).

DSEI Leste de Roraima

O Distrito atende a 56,7 mil indígenas de sete etnias diferentes. São elas: Makuxi, Wapchana, Taurepang, Wai Wai, Sapará, Patamona e Ingarico. Responsável por uma área de 69,7 mil km², o DSEI é composto por 1.177 profissionais, 323 Unidades Básicas de Saúde Indígena (UBSI), 34 Polos Base e uma Casa de Saúde Indígena (CASAI).

DSEI Yanomami

Já o Distrito Yanomami atende a mais de 29.500 indígenas das etnias Yanomami e Yekuana em 366 comunidades. São 31 Unidades Básicas de Saúde Indígena, 37 Polos Base e uma Casa de Saúde Indígena, com 751 profissionais de saúde abrangendo uma área de 96.650 km².

Vacinação Indígena

O Governo Federal aplicou mais de 729 mil doses de vacina Covid-19 na população indígena. Com isso, 91% tomou a primeira dose e 86% completou o esquema vacinal. A dose de reforço também chegou a essa população. Do público acima de 18 anos, 51% cumpriu esta etapa da campanha.

Com informações do Ministério da Saúde

Fonte: Gov.br

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do SaquaremaTV em seu e-mail, é de graça!