Acordos bilaterais, marco histórico do Auxílio Brasil e ajuda às regiões atingidas pelas fortes chuvas são destaques da semana

blank

Nesta semana, o Presidente Jair Bolsonaro fez uma viagem oficial ao Suriname onde discutiu acordos bilaterais em áreas como segurança, infraestrutura e meio ambiente. Na área social, o Auxílio Brasil começou ser pago para 17,5 milhões de famílias, alcançando um patamar histórico de beneficiados e foram liberados mais recursos para os estados atingidos pelas chuvas na Bahia.

Além disso, a partir de uma solução tecnológica do Governo Federal, o Balcão Único, mais 11 estados vão poder abrir empresas com menos burocracia.

Confira estes e outros destaques da semana:

Presidente Jair Bolsonaro negocia acordos bilaterais em visita oficial ao Suriname

Em visita oficial ao Suriname, na quinta-feira (20/01), o Presidente Jair Bolsonaro e o presidente do país, Chandrikapersad Santokhi, discutiram acordos bilaterais em áreas como segurança e defesa, infraestrutura, energia, comércio e meio ambiente.

Entre os assuntos acordados pelos representantes das duas nações, durante a visita, estão a retomada das negociações para um acordo que abranja o maior número de setores econômicos e estimule os fluxos comerciais bilaterais; negociar certificações sanitárias e fitossanitárias bilaterais para facilitar o comércio agrícola; e realizar um seminário com empresários dos dois países para identificar oportunidades no setor de petróleo e gás.

Saiba mais

Auxílio Brasil paga benefício a 17,5 milhões de famílias e alcança patamar histórico no país

Na terça-feira (18/01), começou a ser paga a parcela de janeiro do Auxílio Brasil para cerca de 17,5 milhões de famílias. O número recorde de pessoas atendidas foi alcançado com a inclusão de mais de três milhões de brasileiros, entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022. Com isso, o Auxílio Brasil zerou a fila do programa. O investimento total para os pagamentos de janeiro supera os R$ 7,1 bilhões.

Saiba mais

Programa de incentivo à economia de energia elétrica gerou bônus total de R$ 2,4 bilhões aos consumidores

O Programa de Incentivo à Redução Voluntária do Consumo de Energia Elétrica trouxe benefícios econômicos para o cidadão e economia de energia para o país. Os dados levantados pelo Ministério de Minas e Energia mostram que os consumidores vão receber cerca de R$ 2,4 bilhões de bônus na conta de luz de janeiro. A economia de energia gerada no período de setembro a dezembro de 2021 foi de 5,6 milhões de megawatt/hora (MWh).

Os 5,6 milhões de MWh economizados são suficientes para abastecer 32,8 milhões de famílias por mês. Também corresponde ao consumo anual do estado da Paraíba ou do Rio Grande do Norte.

Tem direito ao bônus os consumidores que economizaram pelo menos 10% de energia na soma entre setembro e dezembro de 2021, em relação ao mesmo período de 2020. O consumidor receberá um desconto de R$ 0,50 por quilowatt/hora (kWh) do total da energia economizada.

Saiba mais

Balcão Único vai reduzir custos e tempo para abrir um novo negócio em mais 11 estados

A simplificação para a abertura de empresas está chegando a mais 11 estados brasileiros com o Balcão Único que permite iniciar um novo negócio por meio de um formulário digital, sem sair de casa e sem burocracias. A solução tecnológica desenvolvida pelo Governo Federal, para integrar os dados entre órgãos de cada esfera do Governo, chegou esta semana nas juntas comerciais do Paraná, Piauí, Rondônia e Maranhão. Até o fim do mês, Alagoas, Goiás, Sergipe, Tocantins, Paraíba, Rio Grande do Norte e Espírito Santo vão contar com a iniciativa.

Com o Balcão Único, os passos para o funcionamento da nova empresa são realizados com número reduzido de procedimentos. Pelo sistema, a coleta das informações é feita por meio de formulário digital único pelo qual o empreendedor efetua o registro da empresa e já obtém o número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). A iniciativa já é usada em São Paulo, Pernambuco, Bahia, Pará, Rio Grande do Sul e Distrito Federal.

Saiba mais

Mais quatro cidades afetadas pelas chuvas na Bahia vão receber R$ 1,6 milhão do Governo Federal

Na terça-feira (18/01), o Governo Federal repassou R$ 1,6 milhão a quatro cidades da Bahia atingidas pelas fortes chuvas. O recurso será usado para a aquisição de itens como cestas básicas e kits de higiene pessoal e de limpeza, dormitórios e colchões. Cotegipe recebeu a maior parte do recurso, R$ 861 mil. Para Ubatã, foi repassado R$ 347 mil, para Floresta Azul foram R$ 275 mil, e para Ibirapitanga, R$ 178 mil.

O Governo Federal já garantiu cerca de R$ 140 milhões para a Bahia para socorro e assistência humanitária, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de infraestrutura danificada. O estado já tem 49 municípios com situação de emergência reconhecida.

Saiba mais

Em 2022, Auxílio Brasil deve injetar R$ 84 bilhões na economia

O programa de transferência de renda que atende às famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, Auxílio Brasil, deve injetar pelo menos R$ 84 bilhões na economia este ano. A estimativa é de um estudo divulgado na quarta-feira (19/01) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

As famílias deverão gastar 70% desse valor na compra de produtos de consumo imediato como alimentos, medicamentos e no transporte. Esse percentual corresponde a R$ 59,16 bilhões.
Outros 25,74%, ou seja, R$ 21,62 bilhões serão usados para quitar ou abater dívidas. E 3,83%, que são R$ 3,21 bilhões, serão poupados para consumo futuro. Para calcular o valor que o Auxílio Brasil vai injetar na economia em 2022, o estudo levou em consideração o pagamento do benefício no valor mínimo de R$ 400 a 17,5 milhões de famílias.

Saiba mais

Governo Federal realiza evento itinerante do agronegócio que vai percorrer quase 600 cidades levando serviços e assessoria a produtores rurais

A etapa de 2022 do Circuito de Negócios Agro foi lançada, na segunda-feira (17/01), pelo Banco do Brasil, para potencializar o agronegócio no país. Três carretas adaptadas para atuar como agências móveis do Banco do Brasil vão percorrer 60 mil quilômetros, entre janeiro e dezembro de 2022, visitando as principais praças do agronegócio no país em quase 600 cidades e facilitando a geração de negócios para o setor.

A iniciativa vai divulgar produtos, serviços e inovações tecnológicas ao setor, além de levar assessoria aos produtores rurais. A expectativa é que o Circuito gere negócios da ordem de R$ 1,5 bilhão. Nos locais visitados, serão realizadas feiras agropecuárias com revendas de máquinas e insumos, produtos e serviços de tecnologia agrícola e assessoria especializada a quase 500 mil produtores rurais clientes do banco.

Saiba mais

Governo Federal garantiu R$ 43 bilhões em investimentos em saneamento básico em 2021

O saneamento básico teve destaque na agenda do Governo Federal em 2021, quando foram garantidos R$ 43 bilhões em recursos para a melhoria dos serviços. A maior parte é proveniente de quatro leilões de concessão de serviços que, juntos, alcançaram R$ 37,5 bilhões em investimentos previstos e vão beneficiar mais de 3 milhões de pessoas nos estados do Rio de Janeiro, Alagoas e Amapá com esgoto e água tratados.

Ainda foram investidos R$ 2,1 bilhões em contratos de saneamento, sendo R$ 632,3 milhões vindos do Orçamento Geral da União (OGU) e R$ 1,5 bilhão em financiamentos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e de outros fundos financiadores. Outros R$ 2,8 bilhões foram captados por meio de debêntures incentivadas.

Ao longo de 2021, o Governo Federal entregou 137 obras de saneamento, alcançando mais de 3 milhões de brasileiros. Foram retomados 290 empreendimentos que vão levar água e esgoto para cerca de 7,5 milhões de pessoas.

Saiba mais

Fonte: Gov.br

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do SaquaremaTV em seu e-mail, é de graça!