blank

A partir de quarta-feira (06/07), as empresas vencedoras do leilão do 5G passaram a ofertar o serviço no Distrito Federal. A operação será realizada na faixa de 3,5 GHz e foi autorizada pelo Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz (Gaispi) na segunda-feira (04/07). A capital é a primeira do país a ter cobertura da quinta geração de internet móvel.

Conforme previsto no leilão realizado, as empresas devem oferecer o 5G standalone, também conhecido como 5G “puro” – por usar uma infraestrutura totalmente nova e dedicada à tecnologia, sem aproveitar a estrutura já existente para o 4G. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o serviço estará disponível em 80% do território do Distrito Federal. No total, mais de 100 estações estão espalhadas pela região da capital e do entorno e receberam as antenas das operadoras de telefonia.

Os testes na capital federal foram realizados desde sábado (02/07), inclusive com empresas de radiodifusão, para erradicar algum tipo de interferência. Isto porque as TVs abertas utilizam faixa próxima à liberada para o 5G.

A expectativa é de que a rede 5G possibilite velocidades a partir de 1 gigabit por segundo (Gbps). Atualmente, a velocidade do 4G varia entre 13 Mbps e 80 Mbps. Para receber o sinal, o celular deve ser compatível com a frequência de 3,45 GHz (disponível em celulares mais recentes). A tecnologia ainda deve aumentar a capacidade de transmissão de dados e diminuir a latência, que é o tempo para os dados chegarem ao destino.

Com informações do Ministério das Comunicações.

 

Fonte: Gov.br

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do SaquaremaTV em seu e-mail, é de graça!