Governo Federal lança edital para formação de professores em Portugal — Português (Brasil)

blank

O Governo Federal, por meio do Ministério da Educação (MEC) lançou na quarta-feira (23/03), às 14h, o Edital do Programa de Desenvolvimento Profissional de Professores Alfabetizadores em Portugal. A ação faz parte do Projeto Alfabetização Baseada na Ciência (ABC), realizado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e a Secretaria de Alfabetização (Sealf) do MEC, em parceria com a Universidade do Porto (UP) e o Instituto Politécnico do Porto (IPP). O evento foi transmitido pelo canal da CAPES no YouTube.

O curso, destinado a profissionais de educação que atuam na área de alfabetização, terá a duração de seis semanas, com carga horária de 240 horas, e será realizado durante o período de novembro a dezembro de 2022, na cidade do Porto, em Portugal.

Serão disponibilizadas até 100 vagas para os professores, sendo duas delas reservadas para cada Unidade da Federação (UF), e 46 vagas abertas à ampla concorrência em âmbito nacional. A seleção se dará em duas etapas: análise técnica e análise de mérito. Um dos requisitos para participar é ter finalizado o curso on-line Alfabetização Baseada na Ciência, disponível na plataforma Avamec. 

Para conferir o Edital com todas as informações sobre a seleção, vagas por estado, critérios e requisitos para se inscrever no Programa de Desenvolvimento Profissional de Professores Alfabetizadores em Portugal, acesse aqui.

Sobre o ABC

O ABC integra o Programa de Intercâmbio para Formação Continuada de Professores Alfabetizadores, do Programa Tempo de Aprender, lançado em fevereiro de 2020. É, atualmente, um curso online, com 245.277 inscritos e 17.201 pessoas certificadas.

O conteúdo teórico da capacitação foi elaborado pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP), sob a coordenação do Professor Doutor Rui Alves e da Professora Doutora Isabel Leite. Já o Centro de Investigação e Intervenção na Leitura (CiiL) do Instituto Politécnico do Porto ficou responsável pela sistematização dos programas práticos de intervenção, sob a coordenação da Professora Doutora Ana Sucena.

A Universidade Aberta de Portugal (UAb) organizou a modalidade online do ABC, recebendo como incumbência gravar as videoaulas e produzir as legendas para o português do Brasil. “Essa versão a distância aumenta, de forma significativa, o alcance deste curso, tornando-o uma atividade permanente e gratuita, prioritariamente para os professores brasileiros.”, destaca o secretário de Alfabetização do MEC e coordenador-geral do curso ABC, Carlos Nadalim.

“A iniciativa de ofertar aos professores brasileiros, de forma gratuita e com certificação oficial, um curso de alta qualidade e com padrão internacional é mais um exemplo do compromisso do Governo Federal com a valorização dos profissionais da área da educação, responsáveis pela melhoria da qualidade do ensino no Brasil.”, ressalta o secretário. 

Com informações do Ministério da Educação

Fonte: Gov.br

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do SaquaremaTV em seu e-mail, é de graça!