Iniciativas da Codevasf mudam a realidade de comunidades que antes sofriam com a seca — Português (Brasil)

blank

Instalação de sistemas de abastecimento de água, de cisternas, distribuição de kits de irrigação, microtratores, roçadeiras hidráulicas e ações de revitalização de rios estão entre os serviços entregues regularmente para a população pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Com isso, tem sido possível mudar a realidade de comunidades que sofriam com a seca em regiões de atuação da Codevasf.

Foi o que aconteceu com áreas no sertão do vale do Rio São Francisco que antes eram castigadas pela seca e agora estão sendo tomadas por pomares com plantios, principalmente, de banana, manga e uva. A produção frutífera nessa região só foi possível com a implantação dos projetos públicos de irrigação mantidos pela Codevasf.

Há 36 perímetros de irrigação mantidos pela companhia em cinco estados que levam água a uma área de 100 mil hectares. Só em 2021, esses pomares produziram 4,4 milhões de toneladas de produtos agrícolas. Essa produção, vendida no mercado brasileiro e exportada, rende mais de R$ 4 bilhões.

E os projetos de irrigação vão aumentar. Em junho, a Codevasf vai realizar o primeiro leilão de um projeto público de irrigação, que será o maior da América Latina. Serão leiloados 50 mil hectares no Baixio de Irecê, na região de Xique-Xique, no Oeste da Bahia. A companhia ainda está iniciando as obras do Perímetro do Pontal Norte, em Pernambuco, e do Perímetro de Marrecas, no Piauí.

Em uma iniciativa abrangente, a companhia participa, ainda, da Força-Tarefa das Águas, um esforço articulado entre diversos órgãos do Governo Federal, lançado no último mês de março, para impulsionar a entrega de poços, cisternas, sistemas simplificados de abastecimento de água e unidades de dessalinização em comunidades rurais do Nordeste e do Semiárido Mineiro. A medida vai levar água para cerca de 600 mil brasileiros até o fim de 2022.

A recuperação e proteção das nascentes de rios é outro ponto de atuação da Codevasf, que realiza obras em 41 nascentes dos municípios de Correntina, Riacho de Santana, Serra do Ramalho e Santa Maria da Vitória, no Médio São Francisco baiano. Além de contribuir para a proteção do meio ambiente, as ações beneficiam os produtores rurais da região com aumento da produtividade agrícola. O investimento é de R$ 1,6 milhão.

Com o objetivo de ligar regiões de difícil acesso, em janeiro, a Codevasf informou que tem atuado na implantação pontes em estados que integram sua área de atuação. As pontes estão sendo direcionadas principalmente para o interior dos estados, substituindo outras de madeira que costumam estar com estruturas deterioradas.

No mês de fevereiro, a companhia entregou para as prefeituras de Pium e Lagoa da Confusão, ambas no Tocantins, quatro kits com tratores, carretas e grades aradoras, que vão beneficiar comunidades indígenas nas aldeias de Macaúba, Santa Izabel e Fontoura, além de moradores do assentamento Loroti. A ação vai alcançar cerca de 2,5 mil pessoas. Foram investidos aproximadamente R$ 650 mil, disponibilizados à companhia por meio de emenda parlamentar ao Orçamento.

Já em Goiás, a prefeitura municipal de Iaciara recebeu da Codevasf, também em fevereiro, uma casa de farinha móvel que será usada por famílias quilombolas e produtores familiares da localidade Extrema e demais áreas do município de Iaciara, na produção da farinha de mandioca. O produto é responsável pelo sustento de famílias tradicionais locais. O equipamento também foi adquirido com recursos de emenda parlamentar ao Orçamento.

Neste mês de abril, a Codevasf está realizando ações de recuperação e conservação de 21 nascentes do rio Ipanema, no município de Poço das Trincheiras, no sertão alagoano. A intenção é proteger os recursos hídricos; preservar a estabilidade geológica, a biodiversidade e o fluxo orgânico de fauna e flora; proteger o solo; contribuir para o controle de processos erosivos; e promover qualidade de vida para a população.

Cerca de 14 mil pessoas residentes na região serão beneficiadas com as ações, realizadas com recursos de destaque orçamentário do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

Ao longo do ano de 2021, a Codevasf investiu mais de R$ 33 milhões para estruturar associações comunitárias e prefeituras de municípios do Médio São Francisco baiano. Ao longo do ano, foram assinados 412 termos de doação com entidades de 97 municípios.

As ações envolvem a entrega de tratores com implementos, reservatórios de água em diversos tamanhos, máquinas pesadas, caminhões, veículos e equipamentos diversos. Os investimentos em máquinas pesadas, veículos e equipamentos diversos representaram R$ 16,3 milhões.

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba é uma empresa pública, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, que visa desenvolver bacias hidrográficas de forma integrada e sustentável.

Fonte: Gov.br

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do SaquaremaTV em seu e-mail, é de graça!