Presidente Jair Bolsonaro participa de cerimônia de entrega das obras do Aeroporto de Passo Fundo (RS) — Português (Brasil)

blank

Presidente da República, Jair Bolsonaro, participou, nesta sexta-feira (08/04), da entrega das obras de modernização e ampliação do Aeroporto de Passo Fundo (RS), que garantem mais segurança operacional e ampliam a capacidade de processamento de passageiros. Agora, o norte do estado terá mais opções de conectividade para a capital Porto Alegre e outras unidades da Federação.

O investimento do Governo Federal foi de R$ 45 milhões do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac) para reformar e construir as novas estruturas. O aeródromo conta agora com novo terminal de passageiros sete vezes maior, com cerca de 2.295 metros quadrados, além de novos pátios de aeronaves, pista de pouso e decolagens e taxiway. Os recursos permitiram também a compra e instalação de equipamentos de controle aéreo com tecnologia mais avançada.

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, o investimento feito elevou o Aeroporto de Passo Fundo ao posto de um dos maiores do estado, ampliando sua capacidade de processamento de passageiros, que antes era de 48 usuários em hora-pico, para mais de 300. Ainda de acordo com a pasta, o Governo Federal já investiu cerca de R$ 1 bilhão em aviação regional nos últimos três anos. Só no âmbito do modal aeroportuário no Rio Grande do Sul, os investimentos do Governo superam os R$ 52 milhões. Os recursos foram aplicados nos aeroportos de Santa Maria, Caxias do Sul, Santo Ângelo, Santa Rosa, São Borja e Bagé.

Método de construção

O Aeroporto de Passo Fundo é uma das infraestruturas do país que estão sendo modernizados conforme uma tecnologia de “construção inteligente”, a metodologia BIM (Building Information Modeling). O procedimento contempla, de forma digitalizada, todas as etapas do planejamento, da execução e da manutenção de uma obra ou infraestrutura. Seus projetos são desenvolvidos com uma base de informação sólida, confiável e com maior acurácia do orçamento, além do planejamento de obra elaborado de forma mais realista.

O BIM permite ainda a identificação e solução de conflitos antes da execução da obra, assim como a melhoria da qualidade no atendimento aos requisitos normativos do setor aeroportuário, favorecendo a eficiência dos projetos.

Fonte: Gov.br

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do SaquaremaTV em seu e-mail, é de graça!